Cientistas e filósofos Espíritas

LIVROS & LIVROS

Humberto Vasconcelos
humberto.vasconcelos@terra.com.br

“Por isso na impaciência/ desta sede de saber,/ como as aves do deserto/  as almas buscam beber…/ Oh! Bendito o que semeia/ livros… livros à mão cheia…/ e manda o povo pensar!/ O livro caindo n’alma/ é germe – que faz a palma,/ é chuva – que faz o mar”.
Castro Alves
 

 O Brasil ainda está longe de ocupar um lugar de destaque nas estatísticas que aferem o percentual de leitores e compradores de livros. Recentemente, figura ilustre na área educacional registrou em crônica a inexistência, no comércio brasileiro, de estantes destinadas a guardar livros, ao passo que há, nas lojas mais qualificadas do mercado, grande variedade de modelos do mesmo móvel, para acomodar outros utensílios. Se a intenção é acomodar livros, a pessoa tem de mandar confeccionar o móvel, ou resignar-se com as jurássicas prateleiras de aço, destinadas a arquivos.

Não obstante a modéstia de nossa posição, aumenta significativamente o número dos que lêem entre nós, estimulados por um vigoroso mercado editorial. Isso é também verdadeiro para livros espíritas. Há um número crescente de autores e títulos que abarrotam as prateleiras das livrarias comerciais e dos centros espíritas em todo o país. Trata-se de uma literatura em expansão, que atinge hoje outros mercados fora do Brasil.

O Espiritismo é uma doutrina, isto é, matéria de estudo. Não é uma crença, não é uma seita. Crer no Espiritismo é uma expressão sem sentido. A pessoa conhece a Doutrina Espírita ou não conhece. Conhecendo-a, descobre-se Espírito, é espírita.

Para conhecê-la, porém, não bastam os livros e livros que se produzem numa prodigalidade até preocupante sobre a temática espírita. Esta será sempre uma leitura complementar, um lazer, digamos, útil. Para bem conhecer o Espiritismo é preciso estudar com dedicação os pensadores espíritas, a partir de Kardec; os cientistas e filósofos espíritas, e o trabalho fantástico dos reveladores que manifestaram seu pensamento e ofereceram sua contribuição através da mediunidade positiva dos grandes colaboradores da obra da Codificação. O estudioso que atenda a essa especificação estará pronto para distinguir o livro espírita e acima de tudo para evitar o grave perigo de substituir o essencial pelo meramente acessório.

Neste sentido, a Fraternidade Espírita Francisco Peixoto Lins – Peixotinho, casa espírita com sede no Recife, lançou e desenvolve uma campanha de venda facilitada dos livros da Codificação e dos trabalhos dos cientistas e filósofos espíritas. Em sua livraria, há uma seção especializada nesses títulos, assinalada por um banner que reúne alguns nomes essenciais. O que se pretende é incentivar o estudo dessas obras, tentando ocupar, de forma proveitosa e educativa, o espaço que as pessoas dedicam a livros que pouco ou nada acrescentam. Não se pode perder de vista a advertência de Kardec, de que divulgar a Doutrina Espírita é a maior caridade que pode ser prestada à Doutrina e à imensa massa de seus beneficiários. Nossa omissão neste sentido nos cumulará de débitos bastante indesejáveis.

Galeria | Esse post foi publicado em Informações. Bookmark o link permanente.